Quarta-feira, 24.10.07

Endividamento no limite

Ministro das Finanças faz aviso às famílias portuguesas
O Ministro das Finanças avisa que o nível de endividamento dos portugueses atingiu o limite. Teixeira dos Santos diz, por isso, que as dívidas das famílias não podem continuar a subir ao ritmo dos últimos anos.
in: SIC Online, 24Out07
Os portugueses devem aos bancos mais de 122 mil milhões de euros.
A maior parte, 98 mil milhões, em crédito habitação.
As famílias aproveitaram os juros baixos. Só que agora, as taxas estão a subir.
Mesmo assim, no último ano, o total de dívidas aos bancos disparou 8%.  
O ministro das Finanças deixa, por isso, um aviso: o endividamento que não pode continuar a aumentar.
Cada vez há mais famílias que não conseguem pagar as prestações.  
Segundo a DECO, há cada vez mais famílias sobre endividadas.
Mais de 750 pediram ajuda desde Janeiro. Um número recorde.
Renegociar as dívidas com os bancos e gerir com cuidado a carteira são as soluções apontadas pelos técnicos.  
Quanto ao chamado crédito mal parado, o ministro salienta que se mantém abaixo da média da União Europeia.
Pelos dados do Banco de Portugal, o crédito mal parado, isto é, os empréstimos incobráveis ultrapassam 2 mil e 200 milhões de euros.
Estão a aumentar. Mais 2% do que há um ano. Pouco na opinião de Teixeira dos Santos. 
publicado por AEDA às 15:26 link do post | favorito

mais sobre mim

pesquisar

 

Outubro 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
17
18
19
20
21
22
23
26
27
28
29
30
31

subscrever feeds

blogs SAPO


Universidade de Aveiro