Escolas vão ter salas de isolamento para os doentes

A ministra da Educação, Maria de Lurdes Rodrigues, disse ontem, em Ponte de Lima, que o plano de contingência para fazer face a um eventual surto de gripe A nas escolas inclui a criação de salas de isolamento. Aos jornalistas, a governante disse que o plano tem vindo a ser preparado em parceria com o Ministério da Saúde, adiantando que vai ser apresentado dentro de dias.

"As salas de isolamento são necessárias e essenciais", afirmou, garantindo, no entanto, que não há motivos para alarme e que os pais podem ficar "descansados". A ministra inaugurou ontem, em Ponte de Lima, o novo centro escolar de Fornelos, que serve, também, as freguesias de Queijada e Anais.

A obra, que custou 2,642 milhões de euros, integra-se num conjunto de quatro centros escolares que a Câmara de Ponte de Lima está a edificar no concelho. No acto inaugural participaram o governador civil, Pita Guerreiro, o presidente da Câmara, Daniel Campelo, o presidente da Assembleia Municipal, Abel Batista, e autoridades escolares.

Maria de Lurdes Rodrigues garantiu que as escolas estão atentas ao problema da gripe A, dando, por isso, garantias aos pais de que tudo será feito para que o ano lectivo decorra com segurança e normalidade. Apesar de não terem ainda existido problemas em escolas públicas, já houve infantários, colégios e creches que encerraram após conhecimento de crianças doentes.

 

In LUSA

publicado por AEDA às 09:41 link do post | favorito