Desemprego «não vai chegar aos dois dígitos», diz ministro


O ministro do Trabalho e da Solidariedade Social acredita que a taxa de desemprego «não vai chegar aos dois dígitos», apesar da subida hoje anunciada pelo Instituto Nacional de Estatística (INE).

 

O INE divulgou hoje que a taxa de desemprego atingiu os 9,1 por cento no segundo trimestre de 2009, o que representa um agravamento face aos 8,9 por cento do primeiro trimestre do ano.

 

Entre Abril e Junho o desemprego sofreu um aumento de 1,8 pontos percentuais face aos 7,3 por cento do período homólogo de 2008. Este valor fica acima das previsões do Governo para o conjunto do ano (8,8 por cento) e é pior do que esperavam os analistas contactados pela Lusa, que em média apontavam para a taxa de desemprego chegasse aos 9 por cento até Junho.

 

In Diário Digital / Lusa
 

publicado por AEDA às 10:41 link do post | favorito